Textos


O Quê Poeta de Todo Artista


 
Cansado uma vez de minha exaurida profissão cheguei a casa para almoçar.
 
Tive uma EPIFANIA,  para recuperar da exaustão,  ao ver a avenida repleta de flores de ipê amarelo, a manhã ensolarada e as flores caindo ao passar a brisa.  Uma chuva de POESIA.
 
Desci e fui comentar com a vizinha que se dizia "artista". Ela olhou para mim e acidamente respondeu:
 
- Não vejo beleza alguma. Eu vejo é sujeira. Tem que mandar cortar estas árvores que só atrapalham.
 
 
Soliloquiei:
Por onde anda o quê de POETA desta infeliz mercenária da ARTE?

 
 
 
Leonardo Lisbôa
Barbacena, 14/08/2018
Direitos do texto e foto
reservados e protegidos segundo
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
 
 
 
Gosta de Poesias e Crônicas?
Então curta a página POETAR:
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte
 
 
_ POETAR_
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte/
http://www.leonardolisboa.recantodasletras.com.br/

#poetarfacebook      #leonardolisboarecantodasletras



 ESCREVA PARA O AUTOR:     
conversandocomoautor@gmail.com
 
Leonardo Lisbôa
Enviado por Leonardo Lisbôa em 14/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários