Textos


Renascimento  da  Paixão
 –  A Saga da Camélia –

 
E assim
Camilo e Amélia,
repletos de jovialidades,
 ilusões e sonhos,
se dispuseram
às eternas felicidades.
 
Vieram  
chuvas,  ventos,  intenso sol,  
noite fria...
– Eternos somos nós!
Bramiram em cio da inveja.
 
Vieram    estrelas
com   bondade   cândida:
O  bramir  
virou  bemol  em  “bramol”.
 
 
E
Camilo e Amélia
foram transformados
em róseas rubras  Camélias
atiradas ao chão

para renascer em nova paixão.
 

 
 
Leonardo Lisbôa
Barbacena, 15/08/2018
Caderno da Senectude
Direitos do texto e foto
reservados e protegidos segundo
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
 
 
 
Gosta de Poesias e Crônicas?
Então curta a página POETAR:
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte
 
 
_ POETAR_
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte/
http://www.leonardolisboa.recantodasletras.com.br/
#poetarfacebook      #leonardolisboarecantodasletras
 
 
 
ESCREVA PARA O AUTOR:     
conversandocomoautor@gmail.com
 
Leonardo Lisbôa
Enviado por Leonardo Lisbôa em 17/08/2018
Alterado em 18/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários