Textos


Calúnias do Amor
 
Na verdade, na verdade
a Verdade é sempre relativa.
De repente ela é uma grande mentira.
 
Meia verdade ali mais meia verdade aqui
se forma uma inteira mentira
revestida de integridade não tão íntegra.
 
Meias verdades
de cada metade  deseja se impor.
 
 
Calúnias de falsos amores
e metade de bem querer:
Calúnias  se deixar   viram  colunas.
 
Leonardo Lisbôa
Barbacena, 16/09/2018
Caderno da Senectude
 
Direitos do texto e foto
reservados e protegidos segundo
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
 
 
 
Gosta de Poesias e Crônicas?
Então curta a página POETAR:
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte
 
 
_ POETAR_
https://www.facebook.com/PoetarPoesiaArte/
http://www.leonardolisboa.recantodasletras.com.br/
#poetarfacebook      #leonardolisboarecantodasletras
 
 
 
ESCREVA PARA O AUTOR:     
conversandocomoautor@gmail.com
 
Leonardo Lisbôa
Enviado por Leonardo Lisbôa em 02/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários